(14) 3408-2200 | 99850-1292
Graduação Presencial em

Engenharia Elétrica

Clique aqui e inscreva-se!

Sobre o Curso

 

Levando-se em consideração as necessidades de desenvolvimento técnico do Brasil, aplicação de novas tecnologias em áreas diversas da sociedade e resolução de problemas sociais e econômicos de nosso país. Considerando ainda a necessidade de preservação do meio ambiente e sustentabilidade, os profissionais de engenharia devem ser os agentes principais para atender a essas demandas. Portanto, a sua formação deve permitir e desenvolver além de conhecimentos técnicos, competências e habilidades para resolver problemas e de situações imprevisíveis. Além desse perfil, o profissional de ENGENHARIA ELÉTRICA precisa ter habilidades e competências para trabalhos multidisciplinares, multiprofissionais e customizados, de forma ética e profissional, seguindo a legislação e normas vigentes, assumindo a postura de permanente busca de atualização profissional, e executando comunicação técnica e científica de seu trabalho de forma correta e eficaz.

 

O egresso de ENGENHARIA ELÉTRICA deve então ter formação generalista, humanista, crítico, reflexivo, criativo, cooperativo, ético, apto a pesquisar, desenvolver, adaptar e utilizar novas tecnologias, com atuação inovadora e empreendedora, capaz de reconhecer as necessidades dos usuários, formulando problemas a partir dessas necessidades e de oportunidades de melhorias para projetar soluções criativas de Engenharia, com transversalidade em sua prática, considerando os aspectos globais, políticos, econômicos, sociais, ambientais, culturais e com percepção e adaptabilidade de novas demandas da sociedade e do mundo do trabalho, com postura ética, profissional, com responsabilidade social e de modo sustentável.

 

Para atender a esse perfil do egresso, a estrutura do curso de ENGENHARIA ELÉTRICA da FAIP contempla em sua matriz curricular estrutura inovadora, direcionando-o para o desenvolvimento de habilidades e conhecimentos técnicos, com atividades do processo ensino-aprendizagem baseadas em metodologias ativas, fomentando trabalhos cooperativos com momentos concretos de projetos e resolução de casos-problemas reais. A Infraestrutura é adequada para o desenvolvimento do perfil proposto com laboratórios de física, eletrônica e eletrotécnica. Espaços de atividades em oficinas com ferramentas computacionais, mecânica e de engenharia para desenvolvimento dos projetos. Biblioteca com acervo atualizado e específico para a Engenharia Elétrica, Ciências em Geral, Humanidades e Sociologias Aplicadas.

 

Áreas de Atuação do Engenheiro Eletricista

 

·Automação

A tarefa aqui vai ser projetar equipamentos que tornem automático algum processo da linha de produção de uma indústria.

 

·Eletrônica

Equipamentos eletrônicos, como smartphones ou máquinas de lavar louça, sempre precisam de eletricidade. O engenheiro eletricista pode atuar no projeto e na fabricação desses equipamentos ou ainda nos equipamentos eletrônicos que uma indústria precisa para funcionar.

 

·Eletrotécnica

Sistemas elétricos. É com isso que o engenheiro eletricista vai lidar nessa área. Desde projetar usinas até elaborar redes de transmissão e unidades de armazenamento de energia. Além de projetar, ainda opera e faz a manutenção dessas paradas.

·Engenharia biomédica

A Engenharia Elétrica também pode ajudar as áreas da saúde. A biomedicina é uma delas, já que os engenheiros eletricistas podem projetar equipamentos que facilitem o trabalho dos biomédicos em clínicas, hospitais e laboratórios.

·Hardware e programação (computação)

O profissional também pode atuar desenvolvendo sistemas básicos e projetando os componentes de um equipamento eletrônico, como uma placa mãe, por exemplo.

·Instrumentação

O engenheiro eletricista pode trabalhar criando instrumentos que outros profissionais da área vão usar, para medir a tensão das redes elétricas, por exemplo.

 

·Microeletrônica

Se você leu a parte de eletrônica, aqui não vai ser muito diferente. A maior diferença está no que o engenheiro eletricista vai desenvolver. Nesse caso, são chips e outros equipamentos eletrônicos pequenitos.

Telecomunicações

Nessa área, as atividades são muitas. Projetar e instalar novas redes de transmissão, desenvolver equipamentos que possam ser usados na indústria telefônica e mais uma listinha de coisas.

 

Alguns dos setores que mais contratam este profissional são:

  • Usinas
  • Subestações
  • Linhas de Transmissão
  • Empresas de Telecomunicações
  • Construtoras
  • Indústrias que fabricam sistemas elétricos e de automação

A Engenharia Elétrica pode ser classificada como uma das profissões do futuro, e você pode fazer parte desse grupo que contribuirá muito para o desenvolvimento de nossa sociedade.

 

EXPECTATIVA SALARIAL:  

JUNIOR: R$ 5.622,00

PLENO:  R$ 6.417,00

SÊNIOR: R$ 8.130.00

 

INFRAESTRUTURA:

Laboratório de Física

Laboratório de Elétrica de Potencia

Laboratório de Micro controladores e Microprocessadores

Laboratório de Química

Laboratório de Informática I

Laboratório de Informática II

 

 

 

 

Corpo Docente

Informações
Duração
5 anos
Formação
Bacharelado
Turno
Noite
Vagas
100 anuais
Matriz Curricular

PORTARIA Nº 599, DE 29 DE OUTUBRO DE 2014, PUBLICADA NO DIÁRIO OFICIAL DA UNIÃO EM 30 DE OUTUBRO DE 2014

Grade de Horários

 

FAEF FAIT FAIP Eduvale

Newsletter

Receba informativos e novidades em seu email


Fale Conosco

(14) 3408-2200 | 99850-1292
Copyright © 2017 GRUPO FAEF. Todos os direitos reservados. Desenvolvido por StrikeOn.