(14) 3408-2200 | 99850-1292
Extensão em

Transtorno do Espectro Autista - TEA

Clique aqui e inscreva-se!

Sobre o Curso

APRESENTAÇÃO:

O au­tismo fora des­crito ini­ci­al­mente no ano de 1943,  pelo Dr. Leo Kanner, com um artigo pu­bli­cado na re­vista The Ner­vous Child. Seu es­tudo contou com 11 cri­anças, com idade entre 02 e 11 anos, com ca­rac­te­rís­ticas de iso­la­mento ex­tremo, ati­vi­dades re­pe­ti­tivas e estereoti­padas, in­ca­pa­ci­dade de re­la­ci­o­na­mentos in­ter­pes­soais e afe­tivos e re­sis­tência a mu­danças, além de di­fi­cul­dades de uso da lin­guagem e re­pe­tição de fala tardia, com as­pecto fí­sico sem al­te­ra­ções. Essas cri­anças também man­ti­nham uma re­lação in­te­li­gente com os ob­jetos que, en­tre­tanto, não al­te­rava seu iso­la­mento.

Os pais dessas crianças foram descritos como inteligentes, porém pouco sociáveis.
Kanner nomeou este quadro de Distúrbio Autístico de Contato Afetivo.

Paralelamente, Hans Asperger descreveu em sua tese, no ano de 1944, crianças com inteligência normal que apresentavam isolamento social e dificuldades de comunicação social, limitação de empatia, fala pedante, resistência a mudanças e áreas específicas de interesse, intitulando de Psicopatia Autista. Esse quadro foi descrito por Lorna Wing, em 1981, como Síndrome de Asperger. É importante ressaltar que Leo Kanner e Hans Asperger não se conheciam, realizaram suas pesquisas paralelamente, mas não trabalharam em conjunto.

A questão do autismo continuou a ser estudada por Kanner no decorrer de sua vida. Em 1949, passou a referir-se ao quadro com o nome de Autismo Infantil Precoce.
No ano de 1954, Kanner frisa o autismo infantil como uma psicose, referindo que os exames físicos e laboratoriais falharam em fornecer dados consistentes sob bases constitucionais do autismo.

Em 1978, Marco Rutter propôs uma de­fi­nição do au­tismo ba­seada em quatro cri­té­rios: atraso e desvio so­ciais não só como função de de­fi­ci­ência in­te­lec­tual; pro­blemas de co­mu­ni­cação não só em função de de­fi­ci­ência in­te­lec­tual as­so­ciada; com­por­ta­mentos in­co­muns, como estereoti­pias e ma­nei­rismos e início antes dos 30 meses de idade. Esta de­fi­nição e o cres­cente nú­mero de tra­ba­lhos na área in­flu­en­ci­aram a des­crição desta con­dição no Ma­nual de Di­ag­nós­tico e Es­ta­tís­tica dos Trans­tornos Men­tais – DSM III em 1980, com a no­men­cla­tura Trans­tornos In­va­sivos do De­sen­vol­vi­mento.

No ano de 2002, foi pu­bli­cado o Ma­nual de Di­ag­nós­tico e Es­ta­tís­tica dos Trans­tornos Men­tais – DSM IV e o termo uti­li­zado para des­crever o quadro em questão de­no­mina-se Trans­tornos Glo­bais do De­sen­vol­vi­mento (TGD). Para esse do­cu­mento, o TGD en­globa o Trans­torno Au­tista, Trans­torno de Rett, Trans­torno De­sin­te­gra­tivo da In­fância, Trans­torno de As­perger e o Trans­torno Global do De­sen­vol­vi­mento sem outra es­pe­ci­fi­cação.

O con­ceito de Au­tismo In­fantil vem se mo­di­fi­cando desde sua des­crição ini­cial, sendo agru­pado sob a forma de um con­junto de con­di­ções se­me­lhantes no DSM-V.
O DSM-V propõe uma única no­men­cla­tura, Trans­torno do Es­pectro Au­tista para todos os casos, uti­li­zando três ní­veis de su­porte, sub­di­vi­didos no to­cante a co­mu­ni­cação so­cial e em com­por­ta­mentos res­tritos e re­pe­ti­tivos, para clas­si­ficar a gra­vi­dade dos sin­tomas.

O Trans­torno do Es­pectro Au­tista, mesmo sendo um grupo com­posto por pes­soas com ca­rac­te­rís­ticas he­te­ro­gê­neas e de di­versos ní­veis de com­pro­me­ti­mentos, que ne­ces­sitam de di­versos tipos de apoio, desde o mais brando até o mais com­plexo, pode ou não estar as­so­ciado à de­fi­ci­ência in­te­lec­tual.

 

JUSTIFICATIVA:

O di­ag­nós­tico da pessoa com TGD é clí­nico, isto é, re­a­li­zado através da ob­ser­vação de uma equipe mul­ti­dis­ci­plinar, com­posta de vá­rios pro­fis­si­o­nais da área da saúde, que ana­lisa de­ta­lha­da­mente as ca­rac­te­rís­ticas da pessoa. Não existe ne­nhum exame ou pro­ce­di­mento na área da saúde que di­ag­nos­tique o TGD. Por isso, em al­guns casos, o di­ag­nós­tico é de­mo­rado e im­pre­ciso.

Os “Trans­tornos do Espectro Autista (TEA)” são con­si­de­rados dis­túr­bios do desen­vol­vi­mento, ca­rac­te­ri­zados pelos se­guintes as­pectos: prejuízos na interação social; dificuldades de comunicação verbal e não verbal e ausência de atividades imaginativas. O ob­je­tivo do curso é pro­mover a for­mação con­ti­nuada dos pro­fis­si­o­nais do ma­gis­tério da rede pública e privada de ensino, para que possam atender com qua­li­dade os alunos com TEA ma­tri­cu­lados nas Uni­dades Es­co­lares,  bus­cando es­tra­té­gias de en­sino para pro­mover ao má­ximo sua autonomia so­cial e acadêmica.

 

Prejuízos na Interação Social

A in­te­ração so­cial é pre­ju­di­cada, po­dendo ser ca­rac­te­ri­zada por as­pectos qua­li­ta­tivos, tais como:

Os pre­juízos na co­mu­ni­cação ca­rac­te­rizam-se por:

Ausência de atividades imaginativas

Em re­lação à au­sência de ati­vi­dades ima­gi­na­tivas, a pessoa com TGD pode apre­sentar:

 

OBJETIVOS:

 

PÚBLICO ALVO:

Estudantes e profissionais da saúde e educação. Alunos dos cursos de Pedagogia,  Fisioterapia, de Empresas e comunidade acadêmica entre outros.

 

CRONOGRAMA:

O Curso terá 9 (nove) encontros presencias totalizando 27 horas, mais 13 horas, utilizando a Plataforma Moodle, com 04 (quatro) atividades .O Curso será oferecido aos sábados, no horário das 09h às 12h.

 

Haverá aulas nas seguintes datas:

15/09/2018 - 9h00 às 12h00

22/09/2018 - 9h00 às 12h00

29/09/2018 - 9h00 às 12h00

06/10/2018 - 9h00 às 12h00

20/10/2018 - 9h00 às 12h00

27/10/2018 - 9h00 às 12h00

10/11/2018 - 9h00 às 12h00

24/11/2018 - 9h00 às 12h00

01/12/2018 - 9h00 às 12h00

 

INFRA ESTRUTURA LABORATORIAL:

Utilização do laboratório de informática para treinamento e a Plataforma Moodle para atividades de auto avaliação.

 

INSCRIÇÃO:

Serão oferecidas 100 (cem) vagas com valor de inscrição R$ 40,00 (quarenta reais), mais 02 (duas) mensalidades de R$ 100,00 (cem reais).

Para alunos e ex-alunos da FAIP, o valor da inscrição é R$ 30,00 (trinta reais), mais 02 (duas) mensalidades de R$ 90,00 (noventa reais).

Formas de pagamento: (2x no boleto ou 3x no cartão de crédito).

Efetuar a pré-inscrição no link da FAIP e concretizar a inscrição junto a Secretaria da IES e, mediante o pagamento na tesouraria da taxa de inscrição e apresentação dos seguintes documentos: (RG, CPF e Comprovante de Residência).

Corpo Docente

Docente: Prof. Esp. Feliciana Ap. Fortunato de Souza

Curso: Pedagogia

Telefone: (014) 3408-2200

E-mail: pedagogia@faip.edu.br

Informações
Duração
40 Horas
Formação
Turno
PRESENCIAL
Vagas
100
FAEF FAIT FAIP Eduvale

Newsletter

Receba informativos e novidades em seu email


Fale Conosco

(14) 3408-2200 | 99850-1292
Copyright © 2017 GRUPO FAEF. Todos os direitos reservados. Desenvolvido por StrikeOn.